Brasil

O Brasil é o maior país da América do Sul e o quinto maior do mundo em área territorial e população, com mais de 192 milhões de habitantes. É o único país falante da língua portuguesa na América, além de ser uma das nações mais multi-culturais e etnicamente diversas do planeta, resultado da forte imigração vinda de muitos países. O Brasil tem uma costa  litoral de 7491 km.

O Brasil foi descoberto pelos europeus em 1500 e a partir daí torna-se uma colónia do império ultramarino português. Em 1815 se torna um reino unido com Portugal. O vínculo colonial foi, de facto, quebrado em 1808, quando a capital do reino foi transferida de Lisboa para o Rio de Janeiro, depois de as tropas francesas comandadas por Napoleão Bonaparte invadirem Portugal. A independência do Brasil deu-se em 1822. Inicialmente independente como Império do Brasil, o país tornou-se uma república em 1889, com um golpe militar, embora a legislatura bicameral, agora chamada de congresso nacional, remonte à ratificação da primeira constituição, em 1824.

A economia brasileira é a maior da América Latina e do Hemisfério Sul, a sétima maior do mundo por PIB nominal e a oitava maior por paridade de poder de compra. O Brasil é uma das principais economias com mais rápido crescimento económico no mundo e as reformas económicas deram ao país novo reconhecimento internacional, seja em âmbito regional ou global. O país é membro fundador da Organização das Nações Unidas (ONU), G20, Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), União Latina, Organização dos Estados Americanos (OEA), Organização dos Estados Ibero-americanos (OEI), Mercado Comum do Sul (Mercosul) e da União de Nações Sul-Americanas (UNASUL), além de ser um dos países BRIC. O Brasil também é o lar de uma diversidade de animais selvagens, ambientes naturais e de vastos recursos naturais em uma grande variedade de habitats protegidos.

Favelas

As favelas existentes no Brasil, são o resultado de uma má distribuição habitacional. A migração da população rural para o espaço urbano em busca de trabalho, nem sempre bem remunerado, aliada à histórica dificuldade do poder público em criar políticas habitacionais adequadas, são factores que têm levado ao crescimento dos domicílios em favelas.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s